Home / Revista / Edição do Mês / Destaques da Edição do Mês / Como manter sua loja lucrativa no segmento automotivo

Como manter sua loja lucrativa no segmento automotivo

Em nossos 21 anos de Stop Car Áudio Design, vimos várias mudanças em nosso segmento de som e acessórios automotivos. Quando começamos, o carro chefe da empresa era realmente o sistema e construção de projetos de sonorização, pois os veículos da época saiam da fábrica, na maioria das vezes, sem nenhum equipamento, ou seja, o cliente necessitava construir um projeto por completo.loja-lucro-2

Os projetos variavam, do mais simples ao mais requintado, o que gerava um ticket médio excelente, com vendas e instalações em alta. Depois vivemos a fase dos sistemas de automação automotiva. Quando, além de sonorização, o cliente instalava vidros e travas elétricas, tudo isto interligado a um alarme. Os produtos da vitrine, praticamente se vendiam. Sem contar os outros acessórios que vendíamos: desde, odorizadores (cheirinho), calotas e uma infinidades de miudezas. Bons tempos!

loja-lucro-3

Depois vieram outras mudanças e tendências que tivemos que acompanhar, como a fase do kit de xênon, os DVDs e até as centrais multimídias. Até aí a loja de som vendia e nenhum lojista reclamava do setor correto!? Mas será que aí não foi o começo do fim de muitos lojistas!?

Acostumados a vender automaticamente e com tickets com valores agregados altos, a loja ia de vento em polpa e com a empresa faturando, a maioria dos empresários se acomodaram e acharam que isto nunca iria acabar. Isto não é uma crítica, e nem muito menos estamos julgando alguém. Simplesmente eu também me acomodei e citei acima um breve relato do que vivi. Mas como todos, e em vários segmentos temos que inovar, percebi em uma conversa com amigos em um evento da revista AutoMOTIVO, que: ou eu mudo a loja, ou terei que fechar, pois o ticket médio do meu cliente caiu 60% em média, atuando no mesmo portfólio que sempre trabalhei, foi ai que percebi, é hora de inovar!

loja-lucro-4

A loja de som e acessórios de hoje em dia vai ter que se transformar em lojas de Custom Systems, onde o som e os acessórios deixam de ser o carro chefe e passam a ser parte de uma ampla gama de produtos e serviços a serem ofertados ao seu cliente. A minha ideia é fazer com que o cliente tenha o lojista como seu consultor de serviços, a pessoa que ele irá procurar sempre que precisar fazer algo em seu veículo seja som, película, envelopamento, manutenção e etc…

loja-lucro-5

Na realidade, a loja deverá ter desde a venda de produtos e a venda de serviços de instalação e manutenção na vida útil do veículo com seu cliente. Caso não consiga ou não tenha espaço para agregar mais produtos e serviços em seu espaço físico, a solução é se aliar cm um parceiro. O que nosso cliente precisa é ganhar tempo, e se ele tem uma pessoa na qual ele possa confiar na hora que precisar fazer algo em seu carro, fica tudo mais fácil e centralizado em um só local, está é a ideia a ser maturada ok!

loja-lucro-6

Alguns itens que podem ser agregados em nossa grade de produtos e serviços:

Bancos de couro;
Envelopamento de partes cromadas;
Customizações de rodas ;
Proteção de pintura (polimento, espelhamento entre outros, que pode ser terceirizado);
Higienização interna;
Higienização e manutenção de ar condicionado;
Martelinho de ouro;
Customização de escapamentos.

Estes são alguns itens, entre muitos, que podemos agregar a nossa atual loja de som e acessórios, a ideia é facilitar a vida do seu cliente e com isto centralizar grande parte das necessidades que o cliente necessitar ao máximo em um só local, e isto com certeza vai aumentar, e muito, o valor do ticket médio do seu cliente.

Na próxima edição vamos mostrar um projeto que estamos executando aqui em nossa loja em um Hyundai Creta. Neste projeto, mostraremos passo a passo a construção e valores de cada item vendido e demonstrar, na prática, o valor do ticket final que o cliente fechou conosco. Modificamos desde rodas, iluminação, estofamentos, películas, envelopamento, tratamento para proteção de pintura, automação e construção do sistema de áudio, é claro, aguardem na próxima edição!

Serginho-e-Bila

FAcebook-Revista-Curta
Imagens: Divulgação

Matéria publicada originalmente na revista AutoMOTIVO, a publicação B2B do mercado brasileiro de som e acessórios automotivos

 

Um comentário

  1. Mauricio Batista De Oliveira

    gostei muito da matéria pois estou montado uma loja de som e assessórios automotivo aqui na cidade onde moro e agora com a proibição do som automotivo fico preocupado com o que fazer para sobreviver

Comente esta matéria

Fique tranquilo: o seu endereço de e-mail é apenas para controle interno e não será publicado. Os campos marcados são de preenchimento obrigatório! *

*

Voltar ao topo